Dermatologista Juliana Neiva lista 7 erros da rotina de skincare

A dermatologista está à frente de uma clínica no Rio e em São Paulo. Juliana Neiva atende Neymar, Paolla Oliveira e Carol Castro


Marina Ferreira / Claudia Meireles 30/11/2021 - 14:19


Os aficionados pela rotina de skincare sabem de cor e salteado as melhores fórmulas à venda, as etapas de aplicação e a quantidade ideal a ser utilizada no rosto. Seguir os passos descritos anteriormente já é meio caminho andado para conseguir os efeitos dos compostos de beleza, conforme garante a dermatologista Juliana Neiva em entrevista à coluna Claudia Meireles.

Juliana é consultora do programa Superbonita, no GNT, sem contar que volta e meia participa, como especialista, do É De Casa, na Globo. Ela comanda uma clínica homônima no Rio de Janeiro, com unidades no Leblon e na Barra da Tijuca. Pelo endereço carioca, transitam diversos famosos, como Neymar, Ludmilla e Paolla Oliveira. Em busca de ampliar os horizontes, a médica abriu neste ano agenda em São Paulo, na Clínica Facelines.

Consequências

Integrante da Academia Americana de Dermatologia (AAD), Juliana destaca que os erros

praticados na rotina de skincare podem levar a uma alteração da barreira cutânea: “Como a pele é um órgão de proteção, precisa ter integridade para exercer sua função de maneira correta”. A expert cita como exemplo usar um produto irritativo ou muito oleoso. “Acaba fazendo com que a camada da derme fique disfuncional”, ressalta.

Como toda ação tem uma consequência, os resultados de falhar na hora de cuidar da cútis são: alergias, acne cosmética e dermatite de contato ou alérgica. “Erros de skincare comuns, como os relacionados ao mau uso do filtro solar ou à não utilização dele, tendem a acarretar até mesmo o envelhecimento precoce [da pele]”, salienta a especialista filiada à Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Jogo dos sete erros

Ao ler o título da reportagem, você ficou confabulando quais seriam os erros mais frequentes na hora de fazer o skincare? Abaixo, confira os sete equívocos mais recorrentes, enumerados pela dermatologista Juliana Neiva.


1 – “Sem dúvida, não ter uma rotina de skincare”, conta a expert, aos risos. “Precisamos de uma assiduidade em cuidados, ou seja, como toda série de etapas, deve-se ter frequência”, acrescenta. Juliana explicou que a camada externa da cútis se renova a cada 28 dias e fica bastante “impactada” com os efeitos de agentes como poluição, calor, raios ultravioletas e estilo de vida (sono e alimentação).


Para quem dispõe de uma rotina agitada e com pouco tempo livre, a especialista deixa o aviso: “Os cuidados, mesmo que básicos, ajudam a manter a pele bonita e também contribuem para a manutenção da saúde desse órgão”.


2 – Não seguir a ordem correta de uso dos produtos também integra o rol de vacilos, conforme reforça a médica: “Primeiro, deve-se demaquilar a derme com loção micelar. Depois, lavar o rosto com sabonete adequado. Lembrete: use fórmulas recomendadas ao tipo de pele, como hidratante, antioxidante e renovador celular, na quantidade correta. Por último, finalize com a proteção solar”.


3 – Pular o filtro solar. “É o passo que mais protege a pele dos efeitos danosos externos”, endossa Juliana.


4 – No mesmo tópico, a dermatologista fez duas considerações importantes em razão do combo composto por redes sociais e influenciadores digitais: “Ouvir sugestões e comprar por impulso produtos que não são adequados ao tipo de pele. Também se inspirar em recomendações de pessoas que podem dispor de uma cútis diferente da sua”.


5 – Ponto bastante conhecido, mas negligenciado durante várias vezes após chegar cansado do trabalho, balada ou date: “Dormir sem lavar o rosto e remover a maquiagem”.


6 – Aplicar uma quantidade de produto errada, tanto para mais quanto para menos.


7 – Não repetir a aplicação do protetor solar ao longo do dia.


Importantes

De todos os sete pontos, a integrante da Academia Americana de Dermatologia (AAD) destaca dois deles como “importantíssimos”. O primeiro é fazer a higienização correta do rosto pela manhã e à noite. Já o segundo responde pela fotoproteção. A expert bate na tecla de que o filtro solar atua eficientemente para evitar o câncer de pele e combater o envelhecimento precoce. “Se pudesse destacar mais um, seria a hidratação da cútis”, brinca a médica.

“Outro ponto de atenção é quanto à fotoproteção. Há muitos pacientes que desistem do uso de filtros solares, por acharem que o produto deixa a pele mais brilhosa e com aspecto gorduroso, mas há muitas possibilidades de filtro solar específicos e que não trazem essas características”, esclarece a dermatologista dos famosos.

A especialista lembra aos adeptos da rotina de skincare de não esquecer de higienizar as mãos antes de começar as etapas de cuidados. “É imprescindível”, sustenta. Mais um alerta dado por Juliana: tende a cuidar apenas do rosto? Fica o recado da dermatologista para atentar-se ao pescoço e ao colo: “Deixar de tratar essas regiões como pescoço e colo também se configura como um erro comum”.


Sinais vermelhos

Em dúvida se tem feito as etapas de cuidados com a pele de modo correto? A cútis dá sinais de que existe algo errado, por exemplo, sensibilidade em alguma região do rosto acompanhada de ardor ou irritabilidade após a aplicação do cosmético. Podem indicar que a derme não é tratada de forma adequada: coceira, erupção cutânea, manchas vermelhas, poros dilatados e surgimento de espinhas em quem não tinha o histórico de acne.


Mensagem importante

Ao longo da entrevista, Juliana quis deixar um aviso aos leitores da coluna Claudia Meireles sobre a busca por dicas de skincare na internet: “Nós, dermatologistas, estudamos medicina por seis anos e fazemos residência por, pelo menos, três. Há ainda os que, como eu, têm título de especialista – 30% dos dermatologistas possuem essa denominação, por exemplo. Nós estudamos muito, em todos os congressos, para passar aos nossos pacientes as melhores informações”.


Médica de Carol Castro, Letícia Colin e Monique Alfradique, Juliana Neiva enfatiza que a rotina de skincare é fruto de uma especialidade médica e adequada pelo dermatologista para cada paciente. “Entendemos que cada pele tem suas peculiaridades, além da interferência de fatores como faixa etária, doenças prévias e condições do clima e do ano. Vale lembrar a respeito de as estações do ano interferirem nas etapas de cuidados”, pondera.


Com 322 mil admiradores no perfil do Instagram, Juliana afirma que quem a segue na rede social se mantém antenado sobre as novidades do universo da beleza, principalmente da rotina de skincare. Embora pacientes e simpatizantes do assunto consigam sanar algumas dúvidas a partir dos conteúdos postados pela especialista, ela bate na tecla: “Reforço sempre que a melhor forma de não cometer erros é buscar a orientação correta de um passo a passo e indicação de produtos por um dermatologista”.

387 visualizações0 comentário